Estaleiro Brasa identifica fatores de produtividade

O Estaleiro Brasa, localizado na Ilha da Conceição, em Niterói (RJ), no coração da indústria brasileira de óleo e gás, é especializado na construção de módulos de topsides e sua integração a plataformas de produção de petróleo tipo FPSO (Floating, Production, Storage and Offloading). O Brasa iniciou sua operação em 2012 com a construção dos módulos para o FPSO “Cidade de Ilhabela”, cujo casco chegou ao estaleiro no início de 2014. Após a execução do içamento dos módulos, da integração e do comissionamento, o FPSO foi entregue ao cliente para operação. Em novembro de 2014 o “Cidade de Ilhabela” começou sua produção no campo de Sapinhoá, na Bacia de Santos, com capacidade para processar até 150 mil bpd.

No último dia 9 de julho o Brasa recebeu em seu cais o FPSO “Cidade de Maricá”. No momento, o Estaleiro realiza o içamento e a integração dos módulos, construídos em seu parque industrial. O FPSO, que teve seu casco convertido a partir de um navio petroleiro VLCC (Very Large Crude Carrier), está destinado ao campo de Lula (área de Lula Alto), na bacia de Santos, onde será ancorado a 250 quilômetros da costa, numa profundidade de 2.120 metros. “O Cidade de Maricá” é um projeto similar ao do FPSO “Cidade de Ilhabela”.

Outro contrato em curso no Brasa é a finalização dos módulos para o FPSO “Cidade de Saquarema”, similar ao projeto do “Cidade de Maricá”, cujo casco está sendo aguardado para os próximos meses. Com a chegada do “Cidade de Saquarema”, o Brasa fará a integração simultânea de 2 mega FPSOs, fato inédito no Brasil.

O estaleiro tem capacidade e está disponível para receber novos projetos, tendo, ainda, condições para realizar operações portuárias de movimentação e armazenagem de carga, além de serviços de manutenção offshore.

Disponível em: http://sinaval.org.br/2015/08/estaleiro-brasa-identifica-fatores-de-produtividade/